Resenha: Talvez um dia!

                       
Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Nossa como eu adoro essa mulher, a cada livro dela que leio mais me encanto com suas palavras, cada história mais apaixonante que a outra, cada situação passada, cada barra, cada casal, um mais lindo que o outro e definitivamente acho que estou tendo uma autora favorita, Colleen Hoover.

Em Talvez um Dia vemos um casal que desenvolve sentimentos um pelo outro em um momento nada fácil de suas vidas, Syd acabou de descobrir que parte da sua vida foi uma mentira, graças ao garoto que ela admirava tocar seu violão da varanda de seu apartamento, ta que ela só começou a falar com ele a duas semanas, mas ele não podia ter dito antes? Logo no dia do seu aniversario! Fazer 22 anos não foi nada do que ela imaginou.

Ridge a acolhe em seu apartamento, e juntos esse casal vai lutar por algo que realmente é difícil de controlar. O coração!
Ele tem uma namorada e não pode se envolver com Sydney, ela mais do que tudo não quer ser uma Tori (a amiga que a traiu) e muito menos quer que Ridge se torne um Hunter (ex-namorado) ele é muito mais que isso.

''Eu acho que nunca vi olhos que pudessem realmente falar. Eu não tenho certeza do que quero dizer com isso.  Só  parece que ele poderia atirar em mim o olhar mais ínfimo com aqueles olhos escuros dele, e eu sei exatamente o que eles precisam que eu faça. Eles estão penetrantes e intenso e oh, meu Deus, eu estou encarando. O canto de sua boca se inclina em um sorriso quando ele passa por mim e vai direto para o sofá.''

Ridge é o cara por quem se apaixonar, lindo, talentoso, e principalmente fiel, mas o coração dele se dividi em duas parte quando começa a se envolver com Syd. Será possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? Ter sentimentos verdadeiros e sinceros por ambas? Ele não sabe, só sabe que não consegue ficar longe do perigo que dorme no quarto ao lado.

Ridge precisa dela pra escrever as letras de suas músicas, coisa que ela fazia quando o observava da sua varanda, e a coisa flui, eles trabalham muito bem juntos  e escrevem letras lindas, mas o problema começa quando começam a transmitir os sentimentos que tem um pelo outro através de suas letras.

''No entanto, o fato de que eu  estava  mais do que provavelmente escrevendo  sobre  ela, não pareceu me parar, porque  a única coisa em minha mente foi o simples fato de que eu estava na verdade escrevendo. Eu não tenho sido capaz de escrever letras em meses, e em apenas uma questão de minutos, era como se uma névoa  se levantasse e as palavras começassem  a fluir sem esforço. Gostaria de ter continuado se eu não sentisse que já tinha ido longe demais.''

O livro é intenso e forte, e vários pontos dos quais eu não vou falar por que são crucias no livro, mas que fazem toda diferença, a forma como você vai sentir a história é completamente diferente do que já sentiu ao ler um romance, é mais intenso, mais forte, mais tudo.

Um romance dividido entre o sentimento e a moral. Não tem como ficar com raiva dele por esconder isso de  Maggie o amor por ela também é genuíno, é uma história de 5 anos e nem por um segundo ele cogita  a magoar, ele luta contra todos os seus demônios, quando decidi não se envolver com Syd. Como Syd lida com isso é tão maduro e sensato que não consigo não admira-la, ela sabe que não o pode ter, ela só tem os momentos que eles escrevem juntos e a amizade que cresce com isso.

''Eu não sei por que eu estou tentando esconder a minha reação dele, mas não é isso o que as pessoas fazem?  Tentamos  tanto  esconder tudo o que estamos  realmente  sentindo daqueles que provavelmente mais precisam saber os nossos verdadeiros sentimentos. As pessoas tentam reprimir suas emoções, como se fosse de algum modo errado ter reações naturais a vida.''

Bom é lindo, triste, avassalador. Uma coisa triste é que alguém tem que abrir mão nessa história, e eu não consegui não torcer pela Maggie ou pela Syd, eu apenas queria os momentos deles juntos, e eu só queria que eles fossem felizes, e queria que não acabasse, por que eu sabia que ia ter uma baita ressaca literária, é o que estou tendo agora :(


P.S Eu li em PDF e abaixo de cada letra que eles escreviam tinha o link pra musica que a Colleen disponibilizou no youtube, ela trabalhou junto com o cantor Griffin Peterson, para criar músicas lindas, o que faz o livro ter muito mas... Bom só sentindo <3

''MAYBE SOMEDAY (Escute a música AQUI)
(Talvez um dia)
 
Vendo algo de tão longe
Ficando um pouco mais perto a cada dia
Pensando que eu quero torná-la minha
Eu correria para você se eu pudesse ficar
O que eu quero não posso exigir
Porque o que eu quero é você
 
Refrão:
E seu eu não posso ser seu agora
Eu vou esperar nesse chão
Até você vir
Até você me levar para longe
Talvez um dia
Talvez um dia
Eu tento ignorar o que você diz
Você se vira pra mim, e eu me viro pra longe
Mas o cupido deve ter me acertado duas vezes
Verdades são escritas, nunca ditas

Repete o refrão

Você diz que é errado, mas parece certo
Você me deixa ir, depois me segura firme
Palavras não terminadas, como nossa canção
Nada bom pode vir desse caminho
As linhas estão desenhadas, mas depois desaparecem
Por ela eu me curvo, por você eu me quebro''

6 comentários

  1. Que lindo! Já baixei para ler em breve, que resenha maravilhosa. Esta história promete, uma história profunda, com personagens centrados e maduros(coisa um pouco rar, normalmente as pessoas são tão egoistas). Os livros da Cooleen são realmente muito bons, lê também "Talvez não(Maybe Not)." É a tua cara, cheio de cenas quentes kkkkkkkk.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já baixei aqui, é no mesmo cenário de talvez um dia :)

      Excluir
  2. Que livro intenso. Fiquei interessada!!
    muita gente e historias interessantes.
    me soa bonito.

    abraço.

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro a autora! Acho a Colleen Hoover uma das minhas autoras preferidas. Ela sempre escreve histórias intensas e surpreendentes. Já vi esse livro, mas nunca tinha me interessado muito, mas curti bastante a resenha então acho que vai entrar pra minha lista :) Beijos!
    http://messtheclassic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Topo