(...)

terça-feira, julho 04, 2017

Imagem relacionada

Ele nunca tinha visto um brilho assim, misteriosos, ofuscante, de um encantamento sem igual. 
Ela nunca havia se deparado com tão forte luz, cheio de calor e vida.
Ela com suas várias faces, seus vários sorrisos, um para cada emoção.
Ele jorrava calor, gostava de abraços fortes e quando a olhava parecia até que de suas íris brotava raios da mais bela estrela. 
Ela com sardas que pareciam milhares de estrelas a redor daquela que iluminava sua noite.
Tão diferentes em suas formas e cores, tão opostos nas suas maneiras de brilhar. 
Mas sem o outro não poderiam existir. 
Apenas algo não encaixava. Quando ela acordava ele estava a dormir, em opostos terrestres eles estavam sem o calor e o brilho um do outro. 
Quem sabe um dia, apenas um dia eles enfim encontrariam a solução. Na astronomia chama-se eclipse, na vida humana, ponte aérea.
Conhecido também como o dia em que o sol e a lua parariam a terra. 

Veja também

10 comentários

  1. Que amor, gente. É fascinante esse ponto de vista em que a lua é apaixonada pelo sol, sempre me encantei com essa "coisa" toda.
    Seu texto tá encantador <3

    Beijos!
    www.memorizeis.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada Ane, e obrigada por ta sempre por aqui <3

      Excluir
  2. Uau, que amor fascinante!
    Ah se o mundo tivesse todo esse amor que é descrito nesse pequeno trecho!
    Eu teria 'orgulho' do nosso mundo.



    Beijos da Thai ♥
    https://blogdathaiara.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o blog, vim lá do ConversaCult só para dá uma olhada e valeu super a pena.

    ResponderExcluir
  4. Boa analogia entre o sol e a lua com um amor :)
    https://escritalhadaa.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  5. Muito bom.
    O "sol e lua" me lembrou Game of Thrones com o "meu sol e estrelas" e "lua da minha vida".
    reginakadov.blogspot.com.br

    ResponderExcluir