Meu primeiro thriller policial: O casal que mora ao lado

by - terça-feira, outubro 17, 2017


Lembram que eu já havia mencionado aqui antes que estava querendo explorar outros gêneros nas leituras. Pois é decidi dar um tempinho dos romances e mergulhei em um caso de sequestro, com muitos suspeitos, e tramas, decidi começar com O casal que mora ao lado. 

Resultado de imagem para o casal que mora ao ladoSINOPSE – É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a esposa; afinal, ela quase nunca sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando. Marco garante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço. Afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletrônica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai dar certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta; Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores.

Acho que pra um começo nas leituras de suspense-trama policial eu fui feliz na escolha, um dos motivos de eu não ir muito com a cara de livros do gênero é o fato do excesso de descrições ou a grande enrolação a respeito de tudo, mas em O casal que mora ao lado não existe isso, a leitura é fácil, rápida e flui bem.
Agora em relação a história, eu achei bem menos do que eu esperava, li muito rápido pois queria resolver logo o mistério, alguns pontos são meio que desnecessários, como o fato de antes do meio do livro já se descobrir o culpado e a história se desenrolar para outro mistério, na minha opinião ainda tinha muita história pra contar e também achei alguns personagens desnecessários, ou quem sabe teriam um papel um pouco mais relevante se a autora resolvesse se aprofundar em algum personagem coisa que ela não fez. É impossível simpatizar com qualquer um na trama e eu só sentia pena da criança pela família que ela tinha. Como uma mãe normal simplesmente deixa a filha em casa sozinha pois os vizinhos não gostam de choro de criança? 
Como eu disse a autora não se aprofundou em nem um personagem e em nada ao mesmo tempo, era como se alguém tivesse apenas contando uma história que ouviu, sem muitos detalhes. Acho que o detetive deveria ter mais espaço no livro, quem sabe se o livro fosse contado pelo ponto de vista dele seria bem melhor. E outra coisa que não gosto são livros narrados em 3°pessoa, mas isso é um problema só meu. 
O que te prende é o fato de você querer saber logo o desfecho da história, pois são tantos segredos sujos e gente escrota fazendo coisas escrotas que da uma vontade de gritar com o livro e os personagens, mas alguns pontos foram muito elaborados de mais, bem cara de novela mexicana não sei se me entendem. E tudo isso pra te dar um final que você não sabe se ama ou se odeia.(chateada com o final). Mas o livro te prende do começo ao fim, com todos os seus segredos e suas tramas, a vontade de descobrir logo o que aconteceu com a criança é algo muito forte.
Acho que foi uma boa escolha pra um primeiro livro do gênero pois foi rápido e me deu uma ideia do que tenho pela frente, descobri que não tenho muita paciência pra mistérios, tenho logo vontade de ir ao final do livro, mas  é algo bom, tomara que o próximo seja um pouquinho melhor.
Já leram? O que acharam, conta ai, vou adorar saber. E estou aberta a indicações. beijos 

VEJA TAMBÉM

22 comentários

  1. Ahn eu li esse livro! Curti muito, o fato de querer saber logo o final, foi o que me prendeu na leitura também! Que legal que está explorando outros gêneros! ^^

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou me saindo muito bem, já foram 3 do gênero rs

      Excluir
  2. Eu nunca li esse livro, prefiro historias gores ou com horror. O unico livro desse gênero que li foi O miradouro

    Com carinho | Renata Prado |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. morro de medo de ler histórias de terror, mas quem sabe eu não me arrisco um pouco né

      Excluir
  3. Não conhecia a história, tampouco tinha visto o livro em algum lugar, mas vou te falar que a sinopse em si me prendeu e me fez ficar curiosa sobre a história. Entretanto, tua resenha baixou minha empolgação iaueiuahe. "Como uma mãe normal simplesmente deixa a filha em casa sozinha pois os vizinhos não gostam de choro de criança?" não é? Assim que li essa frase fiquem pensando a mesma coisa: como diabos eles fazem isso? Tem cabimento? kkk. Acho ótimo quando o livro prende para que o leitor queira saber o que acontece, mas o alto nível de detalhamento também me incomoda algumas vezes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu fiquei indignada com o povo desse livro sério mesmo rsrs

      Excluir
  4. Não conhecia o livro, mas ainda que eu curta um certo mistério e a possibilidade de ir desvendando as coisas durante a leitura esse não é o tipo de livro que eu compraria para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nem eu, mas a gente vai abrindo a mente de vez em quando!

      Excluir
  5. Eu gostei da indicação e de sua sinopse! Muito bom! Dica anotada!

    ResponderExcluir
  6. Haha, adoro livros que te fazem querer saber logo o desfecho da história.
    Esse ainda não li. Mas se você pretende continuar lendo livros do gênero policial, sugiro A sangue frio, de Truman Capote.Ele é bem antigo, e fala sobre um assassinato baseado em fatos reais. Muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. anotado aqui ein, obrigada pela indicação

      Excluir
  7. É bom passear por outros estilos, enriquece a leitura e ainda deixa uma saudadinha do estilo do coração! Vai fundo! Sinopse fofa! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade li 3 e já estou com saudades dos romances rs

      Excluir
  8. Flor,
    Eu amo ler, sou fã de romances distopias, auto-ajuda e alguns técnicos de business. Eu quero muito dar uma chance pra policia e suspense, eu sempre acho que não vou gostar e desisto. Gostei que tu disse que prende do início ao fim.. será que começando por ele seria uma boa? hehe
    Um beijão, Morgana PZK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que sim, já que ele é mais curto e rapidinho de ler

      Excluir
  9. Gosto muito de romances/thrillers policiais, e esse me deixou realmente interessada! Quanto às indicações, recomendo "A dama do lago", de Raymond Chandler, e os livros do Robert Galbraith (pseudônimo de J.K. Rowling). Você vai amar!

    sorria sempre :)
    www.malusilva.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já anotado, eu tenho Morte súbita e não gostei não, mas vou dar uma outra chance!

      Excluir
  10. E bom poder variar as vezes, confesso que sou apaixonada por romances, mas sempre passo por leituras de terror para diferir de genero. Gostei demais da sua escolha me lembrei de uma amiga que escreve contos deste genero. Boa sorte nesta nova etapa! Beijos

    ResponderExcluir
  11. Terminei hoje de ler um do gênero também e foi o meu primeiro da Agatha Christie. Não sei se você vai gostar, acredito que sim porque é super bem construído, mas ele conta a história de uma senhora assassinada na mansão dela e precisam descobrir o culpado. Na época o livro fez muito sucesso por ter um final e uma construção surpreendentes principalmente sendo o primeiro da autora. Te recomendo ler. :)

    Pale September

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. todo mundo me indica Agatha Christie, eu tenho certeza que deve ser um puta livro, vou adicionar a lista, mas você não deixou o nome rsrs

      Excluir