Um breve relato sobre a 'Saudade'...

   

Ah quando bate aquela saudade é difícil de aguentar, a dor de estar longe, de não poder tocar, de não poder olhar. 'Mas hoje em dia tem internet' e quem disse que internet supri a falta do carinho, do toque, do abraço. Dai de longe você sente a falta daquilo tudo que você achava chato, do barulho de manhã, das brigas por causa do controle remoto, dos gritos por causa de nada.

Ai você percebe o quanto aquilo é importante pra você e compreende que estar longe significa muito mais que quilômetros de distância, no caso mais de mil. Você percebe que estar longe é perder uma parte de você, uma parte da sua vida que não existirá mais, serão novas experiências, novas amizades, mas não importa quanto tempo longe, a saudade nunca irá passar. 
   
Lá ao fundo toca aquela música, aquela que você ouvia quando estava no seu quarto, enquanto a mãe preparava o jantar, isso faz você pensar e relembrar do quanto a comida dela é boa, do quanto o feijão dela tinha um gosto que você nunca encontrará em mesa alguma, nem nos melhores restaurantes.
 
Lembra do jeito que ela pedia pra você arrumar seu quarto, da benção que te dava e do 'vai com Deus' toda vez que você saia pela porta. E sente que lá era o melhor lugar do mundo, onde você podia se refugiar, sem  responsabilidades maiores, não se preocupava muito, pois seus pais faziam o papel de super heróis que resolviam tudo sem nem você ver. Agora você sabe que não era nada fácil, e a admiração  só cresce.

Sente a falta da irmã brigando porque você deixa o quarto bagunçado, das gritarias com o irmão por qual canal de TV ver.  E agora não tem mais isso, não tem mais aquele barulho só o silêncio da saudade, da falta.  Mas é isso andorinha agora você pode voar sozinha, você tem seus próprios problemas. E sei que vai conseguir.  Vai  doer? Vai! Vai sofrer? Com certeza! Mas lembre que você não estará sozinha. Eles sempre estarão lá, te esperando. Porque crescer é assim, significa abrir mão de algo pra receber o melhor. Mas a família, ela sempre estará lá andorinha.

Agora voa, voa o mais alto que poder, vai o mais longe que conseguir , dá orgulho a todos que você teve que deixar lá. Prova pro mundo que você pode ser o que você quiser, se transformar no que quiser, no falcão, na fênix, mas lembra que o teu ninho sempre estará lá. Não vai ser fácil mais vai ser o melhor. E a saudade? Ah minha pequena ela nunca irá embora, amenizara algum momento, mas voltará, algum momento ela vai voltar, sempre voltará. 


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo